quarta-feira, 17 de novembro de 2010

na sala de tati gouveia...

A professora dita a atividade 
e escutamos sentados;
Os alunos fingem prestar atenção
e ela finge que estamos calados;
Os meninos-crianças falam bobagem  na frente
colocando a mão no refletor de um jeito insolente.
A garota arretada da sala vai discutir 
 e não se deixa por baixo nem se cair.
Eu abaixo minha cabeça
pra compor meus versos.
A aula acaba e os alunos submersos.
Nas conversas paralelas que a aula tão singela
toma sem perceber.
A professora nos libera 
para o mundo no qual sempre nos espera.


                         Nós prestamos atenção na aula prof. é que as vezes a nossa mente viaja.

2 comentários:

marivida.louca disse...

essa poesia foi muito bem feita pois mostra a realidade que os professores sofrem na sala de aula como na da professora tati,parabéns letícia aragao.

Tati disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK... E como sei que prestam atenção... Nem no Museu, cheio de coisas LINDAS o povo se aquietou... Que pena! A aula é sempre de verdade; nós somos de verdade. E entendo que anseiam por demais o mundo, mas p vivermos nele de verdade precisamos tb estar na sala de verdade! E a verdadeira sala é a Vida; é o Mundo! Cheiros p vc, QUERIDA poetisa. Tati Gouveia

Ocorreu um erro neste gadget