domingo, 14 de novembro de 2010

conquistadores da infeliz felicidade

Arrogância, ignorância                                                      
daqueles que não sabem o certo e o errado
que não vêem o bom  o ruim 
que vive na ilusão com medo da realidade
 e chora por dentro, com medo, 
com medo de demonstrar as emoções.

Violência, rasteira, 
recebe aqueles que não conseguem 
saber o quando ser bom ou quando ser ruim
que preferem chorar pela felicidade 
dos outros, do que sorrir
pela tristeza alheia.

Injuriados, descartados
por simplesmente
praticarem o bem,
e a felicidade quererem conquistar
para outra pessoa.                               

3 comentários:

kiinha Andrade [/Pulga disse...

Menina... A loka...
Abalou môpi

marivida.louca disse...

minha maninha arrasando nos poemas

Anônimo disse...

Você está arrasando, muito bonito. parabéns.

Ocorreu um erro neste gadget