terça-feira, 18 de outubro de 2011

O sonhar

Olho nos olhos de quem, mim vê;
Vejo  a visão de quem, sabe enxergar;
Falo palavras pra quem, consegue explicar;
Faço promessas pra quem, pode pagar;
Escrevo versos pra quem, ama pensar;
Escuto conselhos de quem, se importa comigo;
Ajudo a atravessar quem, vê a lém do próprio umbigo;
Canto canções pra quem, gosta de ser ouvido;

Penso em letras e formam-se palavras
Penso em frases e redije-se um texto
Penso em pessoas e formam-se amores
Penso um músicas e transformo uma orquestra.
Penso na paz, e combato um guerra ao levantar a bandeira!

Penso, repenso
costuro, costumizo...
Idéias notáveis de tirar o o juízo.

Faço, refaço
escrevo, reescrevo
Minha história a cada vez que cresço.

Crio, recrio
corto, recorto
Momentos vividos que não me recordo.

No mar de sonhos onde não entra o ódio;
Me inverto em torno das ilusões que discordo.
Na pura realidade do vislumbre do que me importo...
Inverto a fantasia à realidade vivida e trasformo a tristeza em alegria  emotiva;
E consigo através dos sonhos, desejos, esperanças... que passam pra vida.

E consigo relinhar em um único tear.
desejos, realidade e ao mesmo tempo O sonhar.





Ocorreu um erro neste gadget